sexta-feira, 23 de novembro de 2012

MEC começa a distribuir tablets


Ainda que não de forma ampla, e inicialmente para atender o ensino médio,  53 coordenadores estaduais do Programa Nacional de Tecnologia Educacional (Proinfo Integrado) e representantes de 18 universidades federais, também do programa, receberam os primeiros tablets, dos 5.000 já comprados para as capacitações dos coordenadores.

"Este ano, o MEC transferiu recursos a 24 estados e ao Distrito Federal para a compra dos equipamentos no valor de R$ 117 milhões, o equivalente a 382.317 tablets, destinados a escolas públicas. Foram licitados dois modelos — um com sete e outro com 9,7 polegadas. A tela do equipamento tem resolução de 1.024x600 pixels, armazenamento interno de 16 gigabytes e processador de um giga-hertz. A entrega dos aparelhos nas escolas ocorrerá no próximo ano."

A Positivo, figurinha repetida nas licitações, e a Digibrás foram as ganhadoras do pregão:

"O modelo de sete polegadas, para distribuição nas regiões Centro-Oeste, Norte e Sudeste, tem um custo de R$ 278,90 e R$ 276,99 para Nordeste e Sul. Já o modelo de 9,7 polegadas pode ser adquirido pelos estados por R$ 461,99 para o Centro-Oeste, Norte e Sudeste e por R$ 462,49 para Nordeste e Sul."

Sem dúvida, tal aquisição é muito bem-vinda, mas o sucesso ou fracasso da iniciativa depende, principalmente, da capacitação e valorização dos professores, pois estes sim, mais do que tecnologia e processos, podem mudar os rumos da educação em qualquer lugar do mundo!

Referência: Tudocelular.

Nenhum comentário: