sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Lookout: serviços da web 2.0 no seu smartphone

Os smartphones (celulares inteligentes) chegaram para ficar!

Hoje correspondem a cerca de 13% (2,9 milhões) do mercado mundial de celulares. Em 2012 serão cerca de 9,8 milhões.

Essa nova modalidade de dispositivos, mais que celulares, pouco menos que notebook, aliados as novas tecnologias de conexão (GPRS => EDGE => 3G e, em breve, LTE) oferecem uma imensa gama de possibilidades para os fabricantes de celulares, operadoras de telefonia e, principalmente, para os desenvolvedores de software.

O modelo vencedor da App Store, da Apple, é incontestavelmente algo a ser copiado. Tanto que a plataforma Android tem sua Android Market, o Windows Mobile tem a Marketplace e os BlackBerry's tem a App World.

Até as próprias fabricantes de celulares (LG e Samsung, por exemplo) e as operadores de telefonia já tem suas lojas de aplicativos (a Vivo lançou recentemente sua plataforma de desenvolvimento de aplicações; Tim e Claro devem fazê-lo muito em breve).

A competição é, portanto, acirrada e para obter sucesso, uma das melhores estratégias é levar um aplicativo popular para várias plataformas. E se esse aplicativo for extremamente útil, tanto melhor!

O Lookout é um desses aplicativos de sucesso!

Ele consegue aliar múltiplas funcionalidades como anti-vírus, backup/restauração de dados (imagens, contatos, etc.), além de um serviço de localização geográfica do aparelho e, se for o caso, um alarme (sirene), presumivelmente em caso de perda ou roubo.

Atualmente já se encontram disponíveis os clientes para Android (pode ser encontrado na Android Market) e Windows Mobile. Versões para iPhone OS, BlackBerry e Symbian estão a caminho.

Todo o gerenciamento do dispositivo é feito através de um site, onde deve-se autenticar com um login (e-mail válido) e uma senha. A conta pode ser criada diretamente a partir do smartphone, na hora em que se executa a aplicação pela primeira vez.

A funcionalidade de anti-vírus pode ser executada manualmente no aplicativo instalado no aparelho, além de atuar toda vez que um novo aplicativo é instalado. No site aparece um sumário com o número de arquivos escaneados e data da última verificação.

Já a funcionalidade de backup funciona para imagens e contatos no Android e no Windows Mobile funciona para imagens, vídeos, sons, contatos, mensagens e históricos de chamadas.

O serviço de geolocalização faz uso tanto do GPS quanto do acesso da rede GSM. Após mandar localizar um aparelho (Locate), uma mensagem SMS é enviada para estabelecer a conexão, além de um e-mail com a localização em si. A imagem do local onde se encontra o smartphone também aparece no site do Lookout. Se houver ocorrido perda ou roubo é possível ativar uma sirene (Scream) que só desliga quando o próprio aparelho é desligado. Seria interessante se os desenvolvedores desse serviço acrescentassem a possibilidade de se apagar todos os dados do usuário remotamente para os casos de perda ou roubo.

Alguns fabricantes já implementam muitas dessas funcionalidades, como Apple (MobileMe), Motorola (MOTOBLUR) e Microsoft (My Phone), mas o Lookout é gratuito, multiplataforma e permite adicionar vários dispositivos (de diferentes plataformas e fabricantes distintos) numa única conta.

Todas essas funções podem ser ativadas ou desativas pela interface web do serviço.

Sendo assim, é realmente um aplicativo fundamental para qualquer pessoa que possua um smartphone, de fácil uso e com funcionalidades fantásticas (uso de geolocalização, computação em nuvem) que demonstram de forma inequívoca que as novas tecnologias abrem inúmeras possibilidades para idéias simples e bem implementadas.

Samsung Galaxy (Android) e LG GW550 (Windows Mobile)

Este post está participando do Concurso Profissão Blogueiro, que vai premiar três blogueiros com netbook e kit completo para quem quer ter um blog de sucesso. Acesse: www.ideiasnoar.com.br/profissaoblogueiro.

Referência: Tecnoblog.

Nenhum comentário: